E temes o desconhecido

E TEMES O DESCONHECIDO, AS MUDANÇAS E A MORTE!

 

Voltei atrás no tempo:
Olhei-o e revi-me de cada vez que acordava envolta no seu abraço.
Parei o pensamento e tentei sentir o cheiro do deserto.
Ouvi o vento.
Abri os olhos e vi-me na minha cama… que estranho!
Não havia o deserto mas a força do abraço continuava a enlaçar-me. 
Pensei-me a sonhar e fechei os olhos com rapidez… não queria acordar!
Deixei-me ficar na magia do abraço, naquele contacto com pele e o cheiro dele vinha-me tão real.
Entrei no momento, recusei-me a acordar, o abraço mantinha a intensidade, os dedos entraram num contacto suave com a minha pele, senti o arrepio, continuei a senti-lo…

 

O seu Espírito vive em mim e o meu Espírito vive nele. 
Esta certeza transforma a Vida, eleva a Existência.
Não consigo conceber o Amor sem esta entrega, sem este “elevar do Espírito”.

 

O que é o Amor senão o Espírito no seu auge?
O que é o Espírito senão a personificação do Amor?

 

Custa-me ver a desvirtualizacão do Amor e passá-lo a uma necessidade.
Enquanto que a própria necessidade passou a estar amordaçada pela oferta de coisas inúteis e supérfluas, como refiro no livro “Porque a vida acontece”.

 

As pessoas estão tão distantes da sua essência, do seu Espírito que estão completamente perdidas.
Daí as depressões, as inseguranças, os medos tornados fobias e as intolerâncias, sejas elas a alimentos ou às outras pessoas.
Vais degradando o Espírito pouco a pouco, em pensamentos, actos e omissões e tornas-te num apego com necessidades de posses, necessidade em ter enquanto o teu Ser (o teu Espírito) fica sentado, calmamente, à espera que o clique se dê e acordes e te recordes.

 

 

Rumi diz: “para aqueles que amam com o coração e a alma não existe separação” (For those who love with heart and soul there is no such thing as separation), apenas vos posso dar a tradução do inglês não consigo ler o original em Persa Antigo e tenho pena) mas digo-vos que esta “soul” traduzida como alma é o Espírito que Somos.

 

E é no “coração”, ou os sentimentos (não os sentidos), ou no chacra cardíaco (que nos remete para o cancro da mama), chama-lhe o que quiseres, porque esse é o “lugar” onde “Esse Espírito” se aconchega e espera….. o Espírito tem “toda a eternidade”, não tem pressa e espera, pacientemente, por ti.

 

A pressa, a urgência, decorre, apenas, dos teus medos, da ignorância, dos pensamentos que te controlam e te aprisionam num controle que não podes possuir…
E temes o desconhecido, as mudanças, a morte!

 

Apenas o Amor liberta.
Descobre o Amor e o Espírito dançará os acordes do Divino.

 

O difícil (dizes tu) é “descobrir o amor” …. e dizes “amor” como personificado num alguém que vem salvar-te das amarras que criaste, ou te criaram, ou deixaste que te criassem …. não me interessa como te justificas, nem me interessam essas amarras, porque ninguém, exterior a ti, te salvará.
Homens ou Anjos… orações ou oferendas… rituais ou palestras… nada te fará encontrar a magia do Amor enquanto Espírito, porque ele repousa em Ti e, enquanto Ser Divino, será no som do silêncio que o escutarás.
Enquanto o procuras em redor, apenas encontrarás espelhos onde reflectes a tua procura… e ecos de ti mesmo.

 

A frustração criará as doenças que te consomem, os pensamentos que te subjugam, criará uma degradação constante que te impede de Viver e, o vegetar, como vida sem sentido, publicitada como necessária e indispensável torna-se o subterfúgio que agarrarás como a tábua no barco que se afunda.

 

Despe-te!


Cobre-te apenas de Essência e encontrarás o Amor, aí sentirás o Espírito soltar lágrimas de gratidão por Si mesmo.

 

 

Texto da autoria de Ana Paula Claro

Gostaste? Partilha com os teus amigos, ajuda-nos a crescer. Grata Fátima Carvalho.

Quem é Ana Paula Claro?

"Sou uma mulher feliz e mãe de quatro filhos e neste momento estou casada com um homem extraordinário.
Mas sou essencialmente um Espírito que habita um corpo que possui uma mente em constante descoberta.
Neste processo vou sendo Astróloga, escritora e facilitadora de várias terapias onde utilizo alguns Oráculos como Runas, Dados, Tarot, Cartomancia, Baralho Cigano, I Ching.
Reiki, Magnifield Healing, Cura Quântica, Radiónica, Numeralogia e o Pêndulo são outras técnicas que aplico.
A energia é a Linguagem do Universo, todas estas disciplinas são métodos que nos conduzem a ele.
Os Caminhos são muitos, o Destino é o mesmo.
Escrevi um livro que se chama "Porque a vida acontece" e é um livro de auto-ajuda, ajudou-me imenso escrevê-lo!
É biográfico. levou-me ao passado... desta e de outra vida.
O que pretendo com esta rubrica "uma outra visão"?
Pretendo escrever sobre temas que, há uns anos, se chamavam "ciências ocultas ou paranormais" e hoje foram transformadas em "espiritualidades" e tentar desmistificar conceitos errados e dúbios.
Tenho 55 anos, vivo no paraíso e convido-vos a conhecerem-me e a desvendarem-se

Bem Hajam!"

Peças de Puzzle

O que desejas mudar hoje?

O QUE DESEJAS MUDAR HOJE? Escreve o guião das tuas decisões e da tua própria história de vida,  aproveitando cada desafio como uma oportunidade de

Ler mais
Peças de Puzzle

Onde está a felicidade?

ONDE ESTÁ A FELICIDADE? Fonte: Pixabay A felicidade não está no cimo da montanha. As aprendizagens; a superação; o prazer; o desfrute e a felicidade

Ler mais

Atitudes que brilham

O objectivo do grupo além de algumas partilhas positivas é o convite a algumas reflexões com o intuito de evoluirmos e de percebermos que não é o sucesso que cria a felicidade, mas que é a felicidade e superação que cria o sucesso.

Queres fazer parte do mesmo? Inscreve-te em: Atitudes Que Brilham

Gostaste? Partilha com os teus amigos, ajuda-nos a crescer. Grata Fátima Carvalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error

Segue-nos: